Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando a alma toca o extremo

Sublime presença do seu amor.
Na voz, um tom oculto
te entrega na primeira pausa
Quando a insegurança te devora,
Deixando dentro do peito, a dor.

Infinito sentimento no olhar,
Palavra que teima não sair.
Por que me escolheu para amar?
Eu sei que em teus braços quero cair.

Sublime presença do seu olhar.
Na voz, um tom oculto
te entrega na segunda pausa.
Sinto o gelo do medo saindo
da sua boca, me pedindo pra ficar.

Infinito sentimento dentro de nós.
Luz que cintila nossos lábios
Quando a alma toca o extremo.
Isa Linse
Enviado por Isa Linse em 12/11/2007
Código do texto: T733542


Comentários

Sobre a autora
Isa Linse
Taubaté - São Paulo - Brasil, 36 anos
78 textos (8593 leituras)
6 áudios (865 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/21 08:16)
Isa Linse