Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O VENTO

Ovento corta frio gelando
Meu rosto que vermelho está
Meu coração em magoas se afogando
Caminho sem saber aonde chegar.

A rua está deserta
A chuva continua caindo
O meu amor decerto
Ainda está dormindo.

Eu sozinho a imaginar
Como seria gostoso
Em seus braços me aconchegar
Num beijo bem amoroso

Chegaria de mansinho
Para ele não cordar,
Cobriria de beijinhos
E seu corpo acariciar.

Ficaríamos abraçadinhos
Para o corpo aquecer
Entre beijos e carinhos
Amaríamos para valer.
ANGELICA ARANTES
Enviado por ANGELICA ARANTES em 12/11/2007
Código do texto: T734477
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA ARANTES
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
4373 textos (289948 leituras)
72 e-livros (3873 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 05:09)
ANGELICA ARANTES