Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Amor

Palavra que vem do mundo sem dor
Procura uma forma de repetir o equador
Na áurea do seu cometa no cinturão estrelar
Junta dois corações de músculo sem paixão
Beijos molhados estão sobre seus seios
Minha língua desce por seu corpo faminto
Prazer sentir seu cheiro misturado com o capim
Seus gemidos soam como canto de passarinho
Seu carinho entre meu corpo molhado nu
Sua boca acaricia minhas partes intimas
Olhar de leoa faminta no campo de batalha
Estou sem forças para reagir a seus carinhos
Porque seu amor brotou como um furacão
Nas noites perdidas de uma escuridão
Quero beijar você com o perfume de rosas
Meu amor percorre suas lindas partes intimas
Intimas para o mundo uma flor só minha
Sua penetração nas pernas levemente abertas
Imagino comer esta flor sem espinhos
Você deita do meu lado segura minha mão
Beija meu pescoço sussurra em meu ouvido
Palavras de uma paixão que não tem razão
“meu amor
Minha vida
Quebrar o prazer
Com o calor
Dos beijos
Que penetra
O meu coração
Com sua flecha
De penas de pavão"
Quero eu deixar para o céu gritar este amor
Seu mais intimo prazer por mim escrito
Olhos cortantes agora esta chorando
No prazer e orgasmo múltiplo de prazer
Por dois corações feridos por este amor
Edilley Possente
Enviado por Edilley Possente em 13/11/2007
Código do texto: T735243
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edilley Possente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilley Possente
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
632 textos (25412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 18:31)
Edilley Possente