Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOMOS SOLIDÃO

Abri meus braços para
melhor receber o que prometeste.
Com o passar do tempo, somente
senti coisas estranhas, como dardos
invadindo meu coração.

Todos eles, chegaram contendo
línguas de fogo,
para tornar em cinzas as sobras,
depois dos primeiros e fulminantes ataques.

Cumprimos uma etapa, os
anjos não cantam mais hinos sublimes,
o amor então, já não responde aos
apelos da razão.

Somos solidão, a beleza e
leveza das gaivotas não comovem
mais , nem o esplendor do crepúsculo
quando ocorre lá no final do mar.

A lua se escondeu atrás de
bastas nuvens, o que era claridade
se fez falto de luz, hoje, vivemos
ao relento das noites...




































































































 


 
 

   








 
   
 
 


Wil
Enviado por Wil em 13/11/2007
Código do texto: T735311
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 82 anos
2775 textos (86328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 05:36)
Wil