Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração vazio

Bati na porta do coração vazio,
Ninguém veio me atender.
Bati outra vez e mais outra vez.
Resposta nenhuma eu ouvi.

A porta do coração está emperrada
E aberta pela metade de tanto sofrer;
A outra metade empenhada e tentando
Outro amor receber.

No coração não mora ninguém,
E eu batendo e implorando
Pelo desejo de chamar e não ser atendido.
Simplesmente bater por bater...

O revérbero retorna a estuação
De semi-serrar esse castelo frio.
Diurno e noturnamente se enleiam
No apetecer, no bate-bate sombrio.

O coração vazio seguramente é fantasia.
Mas ela é a coisa mais procurada nele todo dia.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 13/11/2007
Reeditado em 13/11/2007
Código do texto: T736301
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3209 textos (83113 leituras)
2 e-livros (439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 22:44)
R J Cardoso

Site do Escritor