Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLUTUANDO DE AMOR

Depois da genealogia
do céu e da terra,
a lagoa encantada .....
E ela com a cabeça
recostada a uma árvore,
deixa-me como se soubesse encontrá-la,
parecendo por vezes tão fácil .....

Não havia ainda era
nem o homem.
Ela parecia até
que me esperava.
Estava ao silêncio
como o lugar.

Não tinha chovido,
tampouco, sol claro,
para que as vegetações
pudessem brotar,
Só os grilos - a distância -
emanavam seus efeitos musicais,
que nem viu minha chegada.

Do pó - daquela - ou desta terra,
pude então, contemplá-la
por longo tempo
que entendo ser
a linguagem do coração.

Ao soprar-lhe as narinas
o Senhor, deu-nos a vida,
feliz e doce - aproximei,
sentei junto a ela,
esboçou lindo sorriso.

Divindade e coisas finas
deu-nos a existência,
e ela feliz
falou-me que estava
a pensar nas flores e,
que estranhamente
eu aparecera pra ela.

Diante disso calei.
Nada pude falar,
ficamos no silêncio
por longo tempo.

Novas nuvens apareceram
esfreguei os olhos
tentei reabri-los rapidamente,
o que não foi possível;
o amor não estava
mais a meu lado.

Depois da genealogia
do céu e da terra,
a lagoa encan ........


Do Manuscrito: Rosas ..... Por quê  Espinhos  ?
Estes versos foram escritos, no pé da serra que circundava a residência da Petrobrás, em Catu - Bahia. Era 1983.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 13/11/2007
Código do texto: T736329
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (123023 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 03:08)
tabayara sol e sul