Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR PELA JANELA DA ALMA
Juliana Valis




Quando o amor nos mostra sua face,

Além das máscaras em palcos sociais,

Vemos que a vida transcende todo impasse

Entre corpo e alma, entre caos e toda paz...




E, sem calma, o infinito das canções,

Nos corações, proclama versos deste enigma

Do amor que pulsa, assim, nas dimensões

Além do céu que o tempo nos consigna !




Ah, sentimento, inunde esta Terra de uma paz

Sublime, insigne, e tão autêntica quanto bela,

Além do pranto que este mundo já nos traz,

Em prol do amor, sublime força tão sincera !




E no profundo labirinto das canções,

Sinto emoções como persianas da janela

Qua a alma abriu ao infinito das paixões,

Nas pulsações do amor, em cores de uma tela...




Amores, sempre amores tão humanos,

Nos céus da vida, eis que bradam já sem calma,

Nos escarcéus das sensações, além de planos,

Nas emoções que já transbordam numa alma !



----
Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 13/11/2007
Reeditado em 05/12/2007
Código do texto: T736378

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3989 textos (886077 leituras)
4 e-livros (1867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 22:50)
Juliana Silva Valis