Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Rodopios...



Minha cabeça gira, dá rodopios...
Quero falar... quero pedir ...nada
Porque não sonho o meu sonho
Que é esse viver tão tristonho
Que atravessa a noite, e manhãs
trazendo um ar bisonho
De desconforto...de desgosto?...
Que bate forte em meu rosto.

Minha cabeça gira...dá rodopios...
A alma que vai pra lama, é pó
Um pó que geme, soluça, arde...
Porque não falo o que eu quero?
Por que desassossego calmo?
Sentinela do amor dorme
Não ouve o meu silencioso
Grito malicioso e cativo.

Minha cabeça gira...dá rodopios...
De silêncios vazios, mas sonoros...
Minha cabeça gira, da rodopios
De tantas saudades quentes... frias
Que o tempo gelado de ausências
De saudade triste, de saudade alegre
Canta trazendo lembranças das mãos
Das mãos que seguram as lágrimas,


Minha cabeça gira...dá rodopios...
E as lágrimas secas caem molhando
Minhas mãos, pois estão saudosas
De te amar, de te amar, e de te amar...
Por isso te peço: vem me amar!
Vem acalmar essa dor que lateja
Vem me amar te peço a chorar.
É o que a minh’alma muito deseja.




MVA
Enviado por MVA em 14/11/2007
Código do texto: T736435
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o meu nome e meu site: www.marlenevieiraaragao.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MVA
São Paulo - São Paulo - Brasil
1957 textos (195979 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 05:03)

Site do Escritor