Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

descalços na areia

             chapéu de tecido na praia
              você de tomara-que-caia
            eu ergo o trombone e toco
          o ar que me envolve, sufoco
         o tempo não vem, não existe
             você é a ave, eu o alpiste
            despreocupados brincamos
          o céu tá nublado, ventamos
                 o sol aparece, sorrimos
                 o beijo do mar exigimos
          descalços na areia sem rumo
        que bom não ter fio-de-prumo
com os braços pra cima ou pra baixo
   é sempre em você que me encaixo
      eu corro e me afasto e me volto
           é só com você que me solto
            você me aponta o coqueiro
         e diz: quem chegar lá primeiro
            vai ter que dar ao perdedor
          pra sempre todo o seu amor!


Rio, 08/11/2007
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 14/11/2007
Reeditado em 14/11/2007
Código do texto: T736667

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6831 textos (148054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 04:55)