Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR SUBLIME

Ela fugiu do lençol dourado que cobria o horizonte
Derreteu o gelo do alto monte e de seu frio se foi
Ela disse adeus aos rios e fez secar suas fontes
Tanto no depois quanto no antes, negou-se ao poema que a compôs!

Ela abdicou dos jardins e se foi levando todo perfume
Levou consigo também o sol, ao divorciar-se do dia
Ela se enamorou do azul e fez o céu lhe ter ciúmes
Ao despedir-se da lua, roubou-lhe toda alegria!

Ela desprezou o vento, que tristonho nos desertos parou
Negou até mesmo a sublimidade em que em divina forma a fez
Ela só não pode negar e fugir das grades invisíveis desse amor
Amor meu, que por ela a eternidade jamais se desfez!
Reinaldo Ribeiro
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 16/11/2007
Reeditado em 01/01/2012
Código do texto: T739383

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Ribeiro
São Luís - Maranhão - Brasil
1975 textos (151665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:25)
Reinaldo Ribeiro