Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PÁGINA

São três e meia da madrugada! Mais uma noite sem dormir!

Do minúsculo ao maiúsculo ser, todos dormem.

Dorme a hipocrisia do abraço supostamente sincero
Dorme o beijo que se tornou mera formalidade
Dorme a lágrima que regou mais um dia de solidão
Dorme o medo de quem pede para que o amanhã demore chegar!

Dorme o romance que amanhã não será mais eterno
Dorme a verdade que amanhã será mentira
Dorme a coragem que amanhã será fracasso
Dorme a ventura que amanhã tornar-se-á infortúnio!

Dorme a promessa que amanhã será traição
Dorme a esperança que amanhã será frustração
Dorme o casulo que amanhã terá asas
Dorme o projeto que amanhã dormirá como sonho!

Dorme tudo que escrevi e que amanhã será passado
Dorme minha inquietação, que amanhã não me deixará dormir
Dorme o absoluto que amanhã será relativo
Dorme o meu amor - que amanhã também será amor!
Reinaldo Ribeiro
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 16/11/2007
Reeditado em 01/01/2012
Código do texto: T739409

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Ribeiro
São Luís - Maranhão - Brasil
1975 textos (151689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 00:24)
Reinaldo Ribeiro