Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MINHA POESIA

Minha poesia brota de mim
Como uma semente que germina
Em solo fértil e adubado sem fim

Vem do meu ser, da minha entranha.
Acordo com uma vontade louca e estranha·
De escrever não sabe o quê! Será amor?

Escrevo de ti, do meu amor, do nosso amor!
Escrevo o que não cabe mais no meu ser.
Preciso falar, gritar para o mundo saber

Que eu amo você!
Não tem remédio que acalma
O que vai à minha alma!

Sol pereira
 
sol pereira
Enviado por sol pereira em 16/11/2007
Código do texto: T739665

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sol pereira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
2039 textos (143609 leituras)
4 áudios (614 audições)
30 e-livros (3805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 05:33)
sol pereira