Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência

Meu amor acostumou-se à tua ausência
Libertou-se das amarras do teu fascínio
Do teu olhar, do teu abraço e do beijo
Gostoso que desde menino ganhei.

Tua imagem romântica de mim exauriu-se
Com o tempo, levou-me a crer que viver assim
Era melhor, longe do desassossego e da aflição
Maior pelo ciúme doentio que tu tinhas de mim.

Queria um amor que me trouxesse paz
Para viver no aconchego de tuas caricias
Não sob anseio qual nuvem passageira
Que com o vento logo se vai...

Tua ausência, eu confesso, de inicio me fez louco,
Alucinado, lutando por tua volta apaixonado, mas hoje
Já não mais importa, o tempo foi o santo remédio
Curou meu tédio e fez-se realidade no meu viver.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 17/11/2007
Código do texto: T741544
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3212 textos (83199 leituras)
2 e-livros (439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:23)
R J Cardoso

Site do Escritor