Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se todos os dias fossem como hoje

Se todos os dias fossem como hoje

Se todos os dias fossem como hoje
Nunca mais fecharia meus olhos
Viveria a eterna ilusão de ter você para mim
Sentir os seus lábios e suas mãos
O calor da sua respiração
E a escassez do meu fôlego
Sentir a paz em tua presença
E um escravo do tempo em tua ausência

Se todos os dias fossem como hoje
Eu seria como a luz do sol no interior da caverna
Como as flores na primavera
Transbordaria como as águas de março após a estiagem
Admiraria o mundo com os olhos do cego
Seria a brisa beijando teu rosto
E retribuindo ao mundo
Espalhando teu perfume pelo ar

Se todos os dias fossem como hoje
Nunca mais fecharia meus olhos
Mas assim não sonharia mais contigo
E deixaria meu futuro mais vazio
Ulisses Granater
Enviado por Ulisses Granater em 20/11/2007
Código do texto: T745467
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses Granater
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 40 anos
103 textos (5022 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 06:20)
Ulisses Granater