Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desconhecido

No meu coração,
Existe um sentimento desconhecido,
É completamente fora da razão,
Talvez seja um sentimento retraído.

Não sei informar com precisão de palavras,
Pois elas serão inexatas,
Talvez erradas ou
Insensatas.

Nenhum vocábulo,
Por mais que eu procure,
Me trás a resposta que quero,
Há mal que não se cure?

Não sei o que sinto,
Se realmente sinto,
Pode ser puro extinto,
Ou força da perssuasão.

Não sei explicar.
Meu coração bate forte,
Meu coração bate fraco.
É uma melodia à desafinar.

Meu corpo estremece,
E eu caio em contradição,
E quando vou dizer: - Sim,
Eu digo: - Não.

Quando quero ganhar,
Eu perco,
Quando quero deixar,
Vem o encejo.

Me sinto perdido,
Me sinto desiludido,
Sinto tudo,
Não sinto, nada?

Canso,
Volto para falar,
Descanso,
Não consigo voltar.

Me engano,
Faço um plano,
Desfaço,
Disfarço.

É desconhecido,
É retraído,
É decaído,
É pevertido.

Talvez esse sentimento,
Seja tão simples,
E eu estou complicando,
É tão fraco, tão forte,
Será que eu estou amando?

Allan Tancredo
Enviado por Allan Tancredo em 22/11/2007
Código do texto: T747626

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Allan Tancredo
Cubatão - São Paulo - Brasil, 27 anos
36 textos (3620 leituras)
1 e-livros (119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 11:53)
Allan Tancredo