Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOI TÃO DE REPENTE

Já se foi tanto tempo,
ainda lembro-me de seu perfume,
de suas caricias, de suas mãos macias.

Pois tudo aconteceu tão de repente,
que até o momento, não consegui sequer
entender a causa do fim deste amor.

Amor este que juramos ser eterno,
que nada, nem ninguém conseguiria
acabar com o que sentíamos.

Mas de repente, você me esnobou,
deixando-me de lado,  como se nunca
tivesse sequer me visto em sua vida.

Foi tanta tristeza que hoje, exatamente neste
instante, ainda choro a perda deste amor,
que julguei, jamais ter fim.
07.05.98
Olavito
Enviado por Olavito em 24/11/2007
Código do texto: T750739

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Olavito
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 65 anos
583 textos (40746 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 03:14)
Olavito