Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANTA SAUDADE

Que saudades !
Da amada de um dia sim
o outro também.
De todos amiga
companheira incomparável
amada por mim.


Saudades !
Sandalias novas
do médico constante
( da garganta irritada )
tenis velho.
Alegria !
Alegria !
Mais uma rosa recebida.


Ah que saudades !
Lenço na calçada
pra amada sentar.
Ela por ser delicada
não quer
pra não amassar.


Saudades,
ah sinto falta de ti !
Pequena menina,
amada por mim
por meus cantares,
meus poemas,
minha solidão.



Do Manuscrito: Rosas..... Por quê Espinhos ?
Versos que compus em uma viagem de avião, onde encontrei com LUIS GONZAGA, pai do baião. E tive a oportunidade de conversar um pouco com ele. Com muito carinho para você. Década de 80.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 25/11/2007
Reeditado em 20/04/2008
Código do texto: T751515
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (123048 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 19:53)
tabayara sol e sul