Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdoe-me a ousadia..

Perdoe-me a ousadia.

Nem bem ao vento
Posto frio sua hora
Caçado, manso bicho, agora,
Solto e livre, viu-se só...

O que fazer, com essa falsa liberdade?
Que prende como a paixão
Que insana e louca, bate à porta da alma..

Perfeitos ditos de coisas que, não ouso duvidar.
Delegados sonhos que, minha história não permite contar.
Deixasse eu, pedido de vida, amor e sonhos
Prisioneira neste fausto errôneo...

Gritar por não poder mentir...
Esquecer por não poder amar...
E sempre volta a primícia de antes.

Acalmar pois posto frio é sua hora.
Alma cativa de sonhos e desejos...
Caçado, manso bicho, agora,
Solto e livre,  viu-se só.

E mesmo livre sofre,
Sonha e quer...
Nem mesmo sabe o quê...

Malibe, abril 2006
Lady Malibe
Enviado por Lady Malibe em 25/11/2007
Reeditado em 26/06/2014
Código do texto: T751519
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (lady malibe). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lady Malibe
Itabuna - Bahia - Brasil
99 textos (2668 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 12:47)
Lady Malibe