Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Garras na carne.





Cobre o espelho das águas espelhadas
Onde as marinas, regem as canções dos mares

E os anjos de cobre revestem-se do zinabre
Perante a implacável lamina do teu amor.

Limpa o limo incrustado em teu coração
Magoado, na   espera da vingança

Na tua beleza oleosa,libera teu perfume
De fêmea dengosa,na alcova dourada
 
E aniquila nos movimentos ,o doce veneno
A presa máscula do meu eu aprisionado

Mesmo na carne arranhada cicatriz deixada
Pelas tuas garras afiadas,fica teu troféu de amada.


demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 26/11/2007
Código do texto: T754156

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
981 textos (36648 leituras)
12 áudios (774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 17:27)
demetrioluzartes