Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Promessas

Veja os espinhos que você ajudou a cravar
Perfurando meu corpo
Veja a sombra da luz que nem se quer surgiu
Você apagou a chama da vela
Você sempre disse que queria casar e ter filhos
Você diz que quer que sua história continue inédita
Todas as promessas que fizemos, do berço até o túmulo
Quando tudo o que eu quis foi você
Você disse que ia me dar Amor e até atenção
São coisas apenas para se olhar
Não para realmente acreditar e eu acreditei
Tudo o que a noite lhe oferecer pegue
Todas as promessas que quebramos do berço até o túmulo
Você nunca ficou até a manhã seguinte
Você nunca viu meu rosto na claridade de uma chama
Você nunca me deixou acender a luz
E nem, ficou para segurar as lágrimas no dia seguinte
Você não é assim...
Não se prende, não se amarra e nem se apega a nada
Nem se quer uma afeição
Somente mero interesse instantâneo, nada a mais e nem demais
Onde está agora?
Por que não vem? Por que não fica?
Tudo que você já feriu dentro de mim
Tudo que a minha mágoa não esquece
E que pra você tanto faz
Mas eu aceito e faria e deixaria tudo outra vez...

Nathalya Etchebehere
Enviado por Nathalya Etchebehere em 27/11/2007
Código do texto: T754494

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nathalya Etchebehere
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 33 anos
254 textos (23164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 06:44)
Nathalya Etchebehere