Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

São momentos deste mundo real



Abandonado pelas ondas no areal,
Sou um usado barco de pesca,
Sou de madeira não-metal,
Para a arte já não interessa.

Faço parte das brincadeiras da canalha,
Tenho recordação de namorados ali rindo,
Posam para a maquina que os metralha,
Elas sensíveis olham para o sol lindo.

Eles mais sorrateiros para os seios olham,
Incendiando mais sua sexualidade,
Nos seus corpos seus pénis roçam,
Chegando quase ao extremo de sua virilidade.

Elas mais subtis se arqueiam,
Como não querendo, mas desejando-o,
Assim vão tendo o que mais anseiam,
Eles nos quadris femininos se roçando.

São imagens de que vão sonhando,
De seus amores ardentes e loucos,
De noite na cama se vão tocando,
Como gozam todos os dedos são poucos.

São momentos deste mundo real,
Enquanto meu casco apodrece,
Agonizante na imensidão desse areal,
Num grito á vida a paixão refloresce.

 A. Manuel de Campos
Alberto M de Campos
Enviado por Alberto M de Campos em 28/11/2007
Código do texto: T755894

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto M de Campos
Portugal
160 textos (3033 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 03:01)
Alberto M de Campos