Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deixa Eu te Amar


Só você que não percebeu quanto te quero.
Ainda não leu nos olhos meus
Meu  amor eterno.
Você não surgiu na minha vida por acaso.
Me conta agora,
O  que é que eu faço ?

Pra me envenenar na tua boca
Basta um beijo.
Pra mergulhar de novo na tua alma,
Basta o desejo.
Pra me curar desta doença,...Que coisa louca !...
Me diz agora,
O  que é que eu faço ?

Só você que não sentiu quanto te quero.
Ainda não decifrou nos beijos meus
Meu amor eterno,
Que só por você perco a razão.
Agora fala,
O que é que eu faço ?

Pra  delirar em teu abraço
Basta um afago,
Pra  me embalar na tua calma
Basta um sorriso,
Pra esquecer que já vivi o paraíso,
Meu lúcido amor,
Amor eterno que preciso,
Se meu desejo, o meu querer pelo chão entorna,
Me explica agora,
O que é que eu faço ?

Só você que não entendeu quanto te quero.
Ainda não leu nos lábios meus
Meu amor eterno,
Que por você a minha paixão
Me  algema a alma,
Só com você vejo meu coração
Levitar  na calma,
Se te esquecer eu nem sei mais se sou capaz !
Me aclara agora,
O que é que eu faço?

Pra me embriagar na loucura
Basta teu cheiro.
Pra navegar em teus sonhos
Basta um gemido.
Se só  não quero morrer sem ter  vivido
Meu amor eterno,
Amor  já por demais sentido,
De  novo, agora, eu te suplico,
O que é que eu faço ?

Ah !....Deixa  eu te amar !
Experimente  ver quanto isto tudo é possível,
Se entregar sem  limitar,
Sem dizer não,
Pois quero amor,
Um amor sem invasão.
E pra  que tudo fique forte,
Lanço sementes deste amor à própria sorte
Pra germinar e adentrar teu coração.

Deixa eu te amar !
Darei meu corpo, minha alma, minha paixão pra você guardar.
Se  você soubesse o quanto sou capaz de amar !
Deixa eu te amar !

08/03/04


Espalha Flores
Enviado por Espalha Flores em 28/11/2007
Código do texto: T756321
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de ISABELLE NOGUEIRA PROENÇA). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Espalha Flores
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 54 anos
55 textos (2241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 19:21)
Espalha Flores