Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONDENADO



Sem testemunhas, veio a sentença.
O que foi decidido não será promulgado.
Ao menos no final, cabe-me algum reservado,
depois de tanto falatório e nenhuma recompensa.

Silêncio! Condenado não pensa.
Apenas cumpre a pena a que foi submetido.
Sem visitas, sem cautelas, sem agrados...
Foi tudo, tudo mesmo exaurido!

Em segredo, recolho-me a esta cela.
Aprisionados estarão meus versos e o coração.
Dos mares, eu verei somente a tela
de uma paisagem, nas grades dessa prisão...


COSTARELLI
Enviado por COSTARELLI em 02/12/2007
Reeditado em 07/06/2013
Código do texto: T761389
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
COSTARELLI
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
530 textos (36357 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 19:11)
COSTARELLI