Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ultraje

Em branco debruço-me
Em teus largos seios
Sedas, que correm pela cama feio vendaval
Um árduo trabalho noturno
Luzes vermelhas enfeitando as ruas
As Janelas entreabertas
Gemidos sussurrando
A carne parece pecado
E o pecado perece certo.
Diogo Castro
Enviado por Diogo Castro em 27/12/2007
Código do texto: T793156


Comentários

Sobre o autor
Diogo Castro
Jacareí - São Paulo - Brasil, 32 anos
68 textos (2861 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/05/21 18:44)
Diogo Castro