Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAQUELA MOMENTO:

Naquele momento:

Quando...
Os sinos da capelinha.
Dobrarem...
O orgão, tocar, Ave Maria.
Eu estarei perdido, e sozinho.
Porque sei, que neste momento.
Alguém estará, se casando.
Com a mulher que amo.
Ele esta roubando a de mim.
Tirou-me da vida a alegria.
Levando com ela, meu sorriso.
Minha vós...
Presa em minha garganta.
Não consiguiu, gritar.
Não vá...
Então, eu chorei.
Abandonei a capela.
Antes que ela dissesse sim.
Cabisbaixo caminhei, pela rua.
Tropeçando em minhas lagrimas.
Parecia-me que ouvia sua vós.
Dezendo, sim eu aceito.
Mas não foi, o que eu ouvi.
Naquele momento...
Sem véu e grinalda ela vinha.
Pelo meio da rua, chorava.
Jogou-se, em meus braços,
Pediu-me perdão, com um beijo.
Pediu-me, para ficar.


Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 02/12/2005
Código do texto: T79808
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (154312 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/02/20 22:58)
Volnei Rijo Braga