Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NINHO DE AMOR:


Ninho de amor:


Hoje, apenas, queria que a saudades.
Não fosse assim, tão grande e doída.
Que as lembranças não fossem tantas
Pra m’alma, não viver triste e sofrida.

Eu queria ter a alegria de um novo dia.
A felicidade de uma nova manhã de sol.
Para, aquecer meu coração, hoje triste.
Onde, a infelicidade fez, a sua moradia.

Nas minhas madrugadas, apenas tenho.
A solidão, em que eu vivo, e, o silencio.
Do meu quarto, onde, choro minha dor.

E a saudades, da mulher que um dia se foi.
Sem esperanças, de um dia, ve-la voltar.
A ocupar este quarto, nosso ninho de amor!

 






Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 10/12/2005
Código do texto: T83921
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155423 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/21 09:13)
Volnei Rijo Braga