Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TELEFONEMA:


Telefonema:


Um telefonema...
Um convite estranho
Para eu dividir uma cama
Perguntei quem era
Não quis me responder
Só queria saber, se eu topava.
Dividir minha cama com ela.
Pois estava sozinha aquela noite.
E precisava de alguém
Por esta razão tinha me ligado
Eu só teria que dizer sim
Eu disse sim, pois já sabia quem era.
A voz misteriosa no telefone.
Desliguei, sai, a rua para esperar.
A chegada, da misteriosa telefonista.
Que iria chegar a qualquer momento.
Ouvi a porta da casa ao lado bater.
Lá estava ela, minha adorável vizinha.
Que, aquela noite iria dividir comigo.
Aquela cama, e aquele espaço vazio.
E, aquele travesseiro a meu lado.




Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 15/12/2005
Código do texto: T86052
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (155087 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 13:17)
Volnei Rijo Braga