Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas...

Como seria amável ver o por do sol
Naquele verão tão harmônico
Entrelaçar minha mão na tua
Beijar-te, mesmo que seja apenas por segundos.
Como queria tocar-te, mesmo que em sonhos.
Lembrando dos tempos do quintal cercado,
onde amamos apenas num olhar e aprendemos,
com carícias de quem se conheceu, no exato momento.
E nossos sentidos fundiram em um único olhar.
Ver o sol nascer ao seu lado,
fixando ao extremo o olhar no seu.
Fechando os olhos e vendo-te em pensamentos,
na mais terna quietude e paz.
O mundo com toda insensatez, separa-nos.
Nossos egos fingem não existirmos, incansadamente.
Mais a vida soberana nos une, ainda que em palavras.

...O por do sol é nosso, e sempre nascerá para nós, inda que
discreto e sorrateiro, mas nascerá.....
E a vida? A vida segue, solene, bela! Com todo amor que ainda existirá.
Francisco Amorim
Enviado por Francisco Amorim em 01/03/2008
Código do texto: T882618

Comentários

Sobre o autor
Francisco Amorim
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 61 anos
42 textos (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 16:36)
Francisco Amorim