Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje acordei assim...

Sem rimas, propósitos ou idéias.
Tentei decifrar abstrata...
A dor que doía no peito.
Pousei rascunhos em gavetas,
Herdei silencio das palavras.
Hoje acordei assim...
Com aquela preguiça.
Fiquei absorvida em meus pensamentos.
Tentei sentir o vento...
Com as pontas dos dedos!
Tentei mudar o rumo de minh´alma,
Em fase iluminada... Em lua crescente!
Hoje acordei assim...
Com vontade de ouvir poesias,
Sussurradas ao meu ouvido.
Estirada na cama... Alheada ao mundo,
Até de mim mesma... Não abri as janelas,
Nem vi o brilho do sol.
Hoje acordei assim...
Convicta que mergulharia nos suspiros das estrelas,
Senti-me nostálgica...
Deixando até meu sorriso de lado!
Remexi pra lá... Pra cá...
Nem quis saber da brisa da manha...
Tocando meu rosto!
Hoje acordei assim...
Sem fantasia... Sem ficção.
Com saudades de ontem,
Atenta aos teus olhos...
Das cores do lençol pintadas ao avesso.
Ah!...Hoje acordei assim...
Com imensa saudade da tua boca!
Angela Maria 9/03/08

ERVA DOCE
Enviado por ERVA DOCE em 09/03/2008
Código do texto: T893266

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
ERVA DOCE
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
27 textos (1258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/05/21 20:14)
ERVA DOCE