Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Túnel do tempo

Para cada um de nós, existe alguma pessoa especial.
Muitas vezes, existem duas, três ou até quatro.
E elas vêm do outro lado do céu, vêm de gerações
diferentes, atravessando oceanos do tempo.
 
E foi nesse túnel do tempo.
Que de repente te amei.

Amei-te tanto que nem
mesmo sei por quê.
 
Não nos conhecemos, mas meu coração o
reconheceu mesmo com a distância que nos separa.
 
O meu coração sabe que te abrigou-nos
braços e que um dia caminhamos juntas.
 
São os eternos laços que não se desfizeram,
a mente pode interferir...
Eu não te conheço, você não me conhece,
mas o meu coração sabe.
 
O amor é assim...
O nosso coração conhece quem um dia amou,
mas nem sempre o coração de quem é amado
reconhece de imediato.
 
Um olhar, um sonho, uma lembrança,
uma sensação, um sentimento de segurança.
 
Quem sabe poderia o seu coração fazer com 
que despertasse, mas o destino tem sempre os
seus caprichos se encarregam de nos trazer  
quem amou um dia, porém nem sempre
podemos estar ao seu lado.
 
Ouço a voz do meu coração e
de o meu próprio saber intuitivo.
 
Sei o que dádiva do meu
destino colocou em minha vida.
 
Esse profundo amor dissolveu suavemente meus
temores purificaram meu espírito, trouxe-me risos
e felicidade, entusiasmo pela vida, esperanças, mas
também me trouxe lágrimas e tristezas.
 
À distância nos separou, mas
não me separou desse sentimento.
 
O amor que um dia foi eterno voltou e
não importa que seja ele hoje um amor
solitário, o que importa, é que ele está vivo.
 

17/12/2005

SBernardelli
Enviado por SBernardelli em 03/01/2006
Reeditado em 31/07/2009
Código do texto: T94047


Comentários

Sobre a autora
SBernardelli
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil
914 textos (346525 leituras)
25 e-livros (11572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/21 19:52)
SBernardelli