Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE TROPAS, TRAÇOS E TRAPOS

(aos irmãos poetas da União Brasileira de Escritores/MS)

A comitiva de arautos andeja asfalto e campo.
Traça sobre nós o pantanal de idéias.

É tropa carcomida de palavras.
A estrada é o infinito.
Olhos farejam a 100 km.

Há um apara-brisas
navegando nos cabelos e ventos.

Chuva é o norte de verdes,
árvores, desafios
para a linha de chegada.

Lentamente, bois ruminam
o berrante louco: pantaneiros insetos
de Manoel de Barros.

Formigas armam o arsenal de inverno.

É plástico viril o capital da palavra.

– Do livro BULA DE REMÉDIO, 2004/2009.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/140589
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 17/04/2006
Reeditado em 09/09/2011
Código do texto: T140589
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
3650 textos (913965 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 01:46)
Joaquim Moncks