Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Manuel Bandeira

À Manuel Bandeira

Tosse tísica, tubércula rosa,
Pneumotórax, histórias do além,
Tantos mistérios em versos e prosa:
“Bala comprada em qualquer armazém!”

Alma apodrece o aidético hino,
Sofre de medo o mofino refém,
Quanta miséria reserva o destino:
“Bala perdida na rua ou no trem!”

Como cantar, cancerígeno mudo?
No chão, a morte agoniza um amém,
Bela ironia ser humano escudo:
“Bala encontrada no peito de alguém!”
Nelson Schocair
Enviado por Nelson Schocair em 23/06/2005
Código do texto: T27004


Comentários

Sobre o autor
Nelson Schocair
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
416 textos (361495 leituras)
2 e-livros (327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/20 16:36)
Nelson Schocair