Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IMIGRANTES


De uma terra, distante,
Partiram nossos avós,
Fugindo da fome atroz,
E da miséria cruciante,
Preferem ser imigrantes,
E viver seu dia-a-dia,
Driblando a nostalgia,
A ficar no próprio chão,
E ali, viver na aflição,
Sem chances de melhoria.

Brancos lenços a tecer,
Derradeira despedida,
Daquela pátria querida,
Do solo que os viu nascer.
Bem antes do anoitecer,
Lá estavam em alto mar,
Forçando não se abalar,
Seria este, um sonho lindo?
Sabem que estão partindo,
Não sabem se irão chegar.

Trouxeram na bagagem,
Apenas recordações,
Sonhos, porém, aos milhões,
Da vida, a aprendizagem,
Fé, ousadia, coragem,
Que lhe serviram de alento,
Na busca do seu sustento,
Nas horas de agonia,
Quando a fome batia,
Sem qualquer abrandamento.

Desconhecidos heróis,
Pagaram um alto preço,
Pelo seu novo começo,
Sem guias, nem faróis,
Tendo humanos lençóis,
E, o calor dos animais,
Nas frias noites invernais.
Seu lema era prosseguir,
E, vida nova construir,
Sem desanimar, jamais.
Clara Strapazzon
Enviado por Clara Strapazzon em 26/03/2012
Código do texto: T3576993

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Strapazzon
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
228 textos (29661 leituras)
9 áudios (1155 audições)
1 e-livros (37 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 04:39)
Clara Strapazzon