Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a Manoel de Barros

No livro das ignorãças
Poesia. Quase toda
De poemas rupestres

Escrevo um livro sobre nada
Um livro de pré-coisas
De impressões, poesias

Porém em matéria de poesia
Encontro-me com a face imóvel
Como o retrato do artista quando coisa

Assim, fiz uns poeminhas pescados numa fala de João
João! O fazedor de amanhecer
O guardador das águas

De poemas concebidos sem pecado
No exercício de ser criança
Simples ensaios fotográficos

De memórias inventadas na infância
Cantigas para um passarinho à toa
E arranjos para assobios

Um concerto a céu aberto para solo de aves
Um compêndio para uso dos pássaros
Nesta gramática expositiva do chão
Juraci Rocha
Enviado por Juraci Rocha em 28/09/2005
Código do texto: T54670


Comentários

Sobre o autor
Juraci Rocha
São Paulo - São Paulo - Brasil
342 textos (132221 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/20 01:07)
Juraci Rocha