Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tributo
 elisasantos

Ao poeta dos pincéis que ousou ser menestrel
de símbolos envolventes vistos só na mente,
ao pintor que clareou o antes na escuridão
desenhando  o imaginário antes refratário.

 Ao fotógrafo de almas antes descoloridas;
 subversor do tempo e realidade banal 
 em forma de poesia deixo esse registro
 conclamando aos apreciadores olhares críticos:

Ao que não possa ser visto.

À Salvador Dali

elisasantos
Enviado por elisasantos em 17/09/2007
Reeditado em 09/12/2007
Código do texto: T656306
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 57 anos
430 textos (24506 leituras)
1 áudios (92 audições)
4 e-livros (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 19:27)
elisasantos