Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Janela da Alma

Em demasiados olhares
A percepção que tenho
Muitas vezes agrada-me
Muitas vezes tira-me o sono
E algumas me isolam
Porém em OLHARES
Que dizem a bondade
A simplicidade do espírito
E a riqueza no coração
Estes me marcam na memória
E em algum dia futurista
Onde terei meus noventa e cinco anos
Virão em minha mente sorrisos
Toques, amores, agrados, amizades
Mas só quando lembrar-me dos olhares irei chorar...
Por ser a abertura de todas as pessoas
Para o conhecimento da alma...

gliard tavio
Enviado por gliard tavio em 05/11/2007
Código do texto: T724276

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
gliard tavio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
107 textos (3227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 09:20)
gliard tavio