Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia à poetiza sensual

Atriz leitora,
Perdoe este poeta que escreve
As prosaicas relações que ele vive
Pensando em viver antes que morra.

Receba esta poesia dos meus dedos
Como um gesto de afago
Em reciprocidade às tuas carícias que trago
Na memória, tuas palavras são segredos.

Conheça o poeta que despertas
Com tuas letras sedutoras.
Fazem-me imaginar-te encantadora
Com uma rosa em tua boca entreaberta.

Ouve,
Se é que me escutas,
Sussurro esta poesia em palavras ditas
Tantas vezes onde sensualidade houve.

E entenda a musicalidade destes signos
Que traduzem meus pensamentos
Sobre o que é para mim um símbolo:
Uma poetiza capaz de escrever sentimentos.


                      Ulisses de Maio
Ulisses de Maio
Enviado por Ulisses de Maio em 18/11/2007
Reeditado em 27/01/2008
Código do texto: T742198

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses de Maio
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
1248 textos (16560 leituras)
21 áudios (172 audições)
16 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:53)
Ulisses de Maio