Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Liberdade

A palavra mais bela
que já li,
ou escrevi
digo-o com espontaneidade
-Foi-me dada pelos sentidos
e essa palavra é:

Liberdade

Quando se cria um filho
Dasse-lhe tudo de nós,
amor,
carinho e
humanidade
sem referir o mais importante
porque está lá sempre, é a base

Liberdade

No fim de uma guerra
entre as ruínas
e o enorme arrependimento da destruição
há que saber o que ganhámos
entre as lágrimas e a mortandade
temos a obrigação pelos nossos
de ter ganho a

Liberdade

Uma vez por outra,
tenho o defeito de cantar
e o pior... de fazer canções
com toda a alma
e com a voz da interioridade
Grito versos e rimas incertos a ela
e sobretudo graças a ela à

Liberdade

Para nós próprios
para os outros
para bem da nossa própria verdade
devemos seguir o mandamento mais bonito
o da

Liberdade

Quando se ama,
há sempre uma entrega,
dedicação sem tamanho,
horas sem horas na intimidade.
Há coisas demasiado belas
que só o são
quando existe

Liberdade!

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 16/04/2006
Código do texto: T139964


Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5488 textos (187193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 12:57)
Miguel Patrício Gomes