Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A bala do canhão

O tiro do canhão
com sua estrondosa explosão,
fazendo-se de uma bela parábola...
Um tiro certo no coração!

O seu destino
é certeiro, uma destruição,
caindo em lugar fétido
e muitas vezes não!

O canhão cuspiu
tamanha labareda de fogo,
fez no céu um risco febril...
E na terra o pedido de socorro

O canhão urrou em prol da paz!
Eis a desculpa da política...
Quem se perde nos escombros
sem tempo de despedidas!

Tudo arde,
rompe-se, jaz...
Abraçado aos destroços
Pela bala do canhão que só dor trás!
Ludiro
Enviado por Ludiro em 20/05/2007
Reeditado em 20/05/2007
Código do texto: T493809

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ludiro
São Vicente - São Paulo - Brasil, 42 anos
84 textos (2470 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 11:38)
Ludiro