Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um poema de paz ao cair a tarde.

Estar aqui
(existir)
faz
a paz
habitar
em mim

Oculto é o tempo
que estarei
sentindo
o pulsar
e seguindo
esse
caminhar

Presente
à alma
se faz
a calma.


Vem dela
serenidade
desses versos,
felicidade...

Venha
suspirar
esse poema
de paz
como barulho
das ondas
do mar,
como se fosse
sem alarde
uma singela
e doce
canção de ninar
ao cair a tarde...
wilson pena
Enviado por wilson pena em 19/08/2019
Reeditado em 24/09/2019
Código do texto: T6724316
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
wilson pena
Ouro Preto - Minas Gerais - Brasil, 60 anos
1034 textos (29903 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 00:38)
wilson pena