Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Falta tempo


Tenho tanto a dizer
Dizer de mim, de ti, do tempo
Mas falta tempo
Falta tempo pra sentar
Frente a frente na mesa do bar
Falta tempo pra baixar
Aquela garrafa de whisky que nos espera
Há tanto tempo

Neste tempo perdido
Já lá se vão meses
De vento nas janelas
De pedradas nas vidraças
De trilhas e caminhadas
De alma vazia
De corpo seco
De água derramada

Já lá se vão tantos vazios espaços
De gôndolas e gangorras
E macarrão e pão
De portão e matraca de capitão
De não saber destino
De não saber infinito
De não ter esperança

Já lá se vão tantas esperanças
Perdidas, desistidas, esquecidas
Descrença, espaço vazio
No peito e no coração

Imagens que se apagam
No longo caminho percorrido
Imagens que não fazem mais parte
De dias e noites, de navegantes

Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 14/07/2006
Reeditado em 10/12/2007
Código do texto: T194286
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 55 anos
1436 textos (74700 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/18 09:37)
Fátima Batista

Site do Escritor