Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Perdi-me de todas as trovas

num mar de azuis angústias

meus olhos amanhecem cinzas

entardecem sentinelas

e de noite são janelas

negras asas de andorinhas

que vivem voando em rondas

dando gritos, inquietas,

dando voltas sobre voltas 


Que é feito daquelas asas

em que voava e voavas?
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 01/06/2005
Reeditado em 30/03/2013
Código do texto: T21388
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 67 anos
1265 textos (136751 leituras)
60 áudios (14441 audições)
9 e-livros (6345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/06/20 17:33)
Maria Petronilho

Site do Escritor