Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA PENUMBRA

Quanto tempo já passou
e tudo continua tão igual
só dentro de mim tudo mudou
causando-me tanto mal

Em mim tanta amargura
um silêncio assustador
guardando a desventura
do que um dia foi amor

Vem a noite, vem o dia
tudo em mim é feito breu
cada canto, que agonia
a lembrar quem me esqueceu

Fantasmas de um passado
desfilam na penumbra agora
em um canto isolado
a presença de quem foi embora

E na penumbra ainda o cheiro
impregnado na saudade
do abraço derradeiro
do adeus a felicidade

Célia Jardim

Célia Jardim
Enviado por Célia Jardim em 26/02/2007
Reeditado em 08/12/2007
Código do texto: T393590

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Célia Jardim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1148 textos (47703 leituras)
20 áudios (1559 audições)
10 e-livros (806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 11:09)
Célia Jardim