Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morte e vida do poeta...

A poesia morreu em seguida
para que houvesse vida
na morte do poeta
no cemitério das idéias.

Ela andou dizendo que viria,
numa noite escura voltaria
pelo corpo de uma pena,
por uma mão pequena;

e assim, antes de falecer
plantou no ser
uma mensagem qualquer,
uma semente.

E quando a solidão,
avassala o coração
renasce a poesia,
fenece o poeta da melancolia...
Mar de Oliveira Campos
Enviado por Mar de Oliveira Campos em 01/06/2007
Reeditado em 01/06/2007
Código do texto: T510038

Comentários

Sobre o autor
Mar de Oliveira Campos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (5501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 06:16)
Mar de Oliveira Campos