Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada Está Morto

Alimento a alma deste
amor
que descarna desejos,
seca outros beijos,
me acalma.

E nada esqueço
que  tenha vivido,
com esse amor tanto
querido,
mesmo tendo ele partido,p'ra cumprir amargo
carma.

E nada evapora
na madrugada,
nem o tempo acorda a
emoção,
de prosseguir a caminhada
neste plano de ilusão.

E te dou colo, atenção,
muitas preces
e,  nossa recordação
parece domina,
toda e qualquer sensação.

E  mato tua sede
com amor real
afastando-te de todo
o  mal,
encobrindo com o meu,
teu carente coração.

Tens gosto de mel e de sal,
amargo-doce
que molha a boca,
apego de igual p'ra igual.

E que me importa
se estas morto...
Se rasgo o céu das noites
e em mim te recolho.

Suzette Rizzo
Enviado por Suzette Rizzo em 18/09/2005
Código do texto: T51621


Comentários

Sobre a autora
Suzette Rizzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
86 textos (2178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 06:35)
Suzette Rizzo