Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIM E INÍCIO...DELE!

Terminaram as lidas, os ócios, as virtudes, e as verdades...
Só se veem drogas, sexo brutal, assassinatos e indigência!
Terminaram as artes, as alegrias, os defeitos, e as mentiras...
Hoje temos engôdos, falsidades, mortes - e arte? é apenas um termo.
As raízes estão contaminadas, pela vulgaridade que faz alarde!
Num tempo, onde alunos e bandidos se confundem e nos segregam
Nós que conhecemos Taiguaras, e outros tantos convivas...bons!
Que sabiam lidar com a vida, e com as intempéries...que vinham
E iam nos ANOS DE CHUMBO: Que matavam, claro: diretamente,
E não indiretamente com o aguilhão supremo da corrupção que rega
E oprime com esterco a juventude que nem sabe fazer...
Quanto mais empreender qualquer ruptura nesse modelo tão vulgar!
Que rege tantos milhões de vidas analfabetas funcionais...
Dentro desse gigante, que AINDA NÃO CONSEGUIU SE LEVANTAR!



 
Valéria Guerra
Enviado por Valéria Guerra em 10/09/2015
Código do texto: T5377728
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Valéria Guerra
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3440 textos (121166 leituras)
196 áudios (9318 audições)
3 e-livros (183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/07/19 00:24)
Valéria Guerra