Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lílian Maial 

Hoje, ainda, os versos não entendem as escolhas,
Não aceitam a questão fechada.
A poesia não é descartável,
Exige retorno e compromisso.

Três anos e continua doendo.
A palavra engasga e sente sua falta,
As rimas ficaram pobres,
Os sonetos não têm mais porquê.

Os poemas se rebelaram, 
Fizeram voto de silêncio,
Fugiram da folha em branco.

O mote não tem graça.
A caneta não tem cor.
A musa perdeu o sentido,
Enquanto o bardo não voltar.

..........
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 15/10/2017
Código do texto: T6143472
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1177 textos (264013 leituras)
21 áudios (13929 audições)
3 e-livros (1490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 02:48)
Lílian Maial

Site do Escritor