Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BOLINHO DE CHUVA

 
As melhores lembranças que guardo
Vem da massa do bolinho de chuva
Escorrendo na escumadeira
Antes de cair no óleo ardente

Vem de um avental sujo de ovos e farinha
E de um menino esperando
Impaciente!

“Vai queimar a mão menino”
Queima não mãe,
é grosso o couro da gente!

Agora a escumadeira não esquecida
Tanto quanto a memória consente
Dorme pendurada numa casa envelhecida
E dela escorre, nossas lágrimas
Ainda quentes!
Celio Govedice
Enviado por Celio Govedice em 14/09/2018
Reeditado em 15/09/2018
Código do texto: T6448396
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celio Govedice
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil
1304 textos (72711 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 03:47)
Celio Govedice