Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ESSÊNCIA DA SAUDADE

     Viva essência a qu'ela se arremessa com toda sua força
  Ao amor a que nest'instante nela se lança... com vigor

     Contudo, ai! Coração dolorido pelo que amou, porém se partiu
  Debandou... foi embora
       Teria, então ele - o amor - morrido?
   Deveras qu'eu não sei

      Ah! Tomara ele - o sofrido amado - agraciado ser pelo tempo
  A s'encontrar ao amor que no próprio tempo se perdeu
   Mas, será a Vida, pois com ele misericordiosa?
         Não sei, quem sabe?!

    Saudade!
  Eis aqui o que mais real é, em verdade, a substância d'alma que ama
       Mas que perdeu no tempo se amou
    E destarte, com'ela não ficou

        Sendo assim:
  A alma sempre clama de amor do que de saudades el'agora chama
   A alma chama por saudades pelos amores qu'ela sempre clama
 

Em inspiração a um lindo texto recentemente postado pela talentosa escritora daqui do Recanto, CONCEIÇÃO GOMES
Paulo da Cruz
Enviado por Paulo da Cruz em 06/05/2019
Código do texto: T6640301
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo da Cruz
Curvelo - Minas Gerais - Brasil
2061 textos (33641 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 18:56)
Paulo da Cruz