Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INOCÊNCIA PERDIDA

Abro minhas asas,
sob o manto da eternidade,
delicadamente, com suavidade,
como a gaivota, sobre o mar.
Assim, minh’alma paira, ao luar,
entre escuras dobras de tempo.

Para entender meu futuro,
mergulho bem lá no fundo,
do meu passado . E, com apuro,
busco, já muito usado,
o manto da pureza, tão surrado,
mas que pode cobrir, sem ferir,
a pueril inocência, escondida,
que ficou perdida,
distante de minha vida.

Sigo apenas como uma sombra,
que transita insignificante,
na noite de meu sonho errante.
Sou só mais um, entre tantos,
que se despediu, muito cedo,
antes do raiar da mocidade,
a qual permaneceu apenas,
na lembrança e na saudade.

Marco Antonio Orsi
Enviado por Marco Antonio Orsi em 11/10/2007
Código do texto: T689910

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Antonio Orsi
Campo Bom - Rio Grande do Sul - Brasil
1687 textos (68804 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 07:26)
Marco Antonio Orsi